CAPELA DE NOSSA SENHORA DA NAZARÉ

A capela de Nossa Senhora da Nazaré possui uma beleza singular e está situada junto à principal entrada do centro histórico de Elvas. Foi construída em 1592 e demolida no início do séc. XIX no âmbito das invasões francesas para que o inimigo não se albergasse nela. Foi depois reconstruída seguindo o modelo original em 1817.

CONVENTO DE SANTA CLARA

O Convento de Santa Clara foi fundado em 1526 e sofreu importantes remodelações ao longo dos tempos. Destaca-se a sua igreja com uma capela-mor em talha dourada onde se observa uma pintura que representa a “Adoração de Nossa Senhora por São Francisco e Santa Clara” e um grande conjunto de azulejos dos séculos XVII e XVIII.

CONVENTO DE SÃO DOMINGOS

O Convento de São Domingos foi fundado em 1267, tendo sofrido diversas modificações nos séculos XVI, XVII e XVIII. Com a extinção das ordens religiosas, a parte conventual foi utilizada como quartel militar e hoje faz parte do Museu Militar de Elvas. A igreja, com uma fachada barroca, mas com um interior gótico é um extraordinário exemplo da arquitectura medieval. Destacam-se a capela-mor e colaterais, do séc. XIII, as capelas laterais do séc. XVIII, a azulejaria setecentista que conta a vida de São Domingos, a sala do capítulo com o seu mobiliário e ainda o grande órgão construído pelo alemão Hulenkampf no séc. XVIII.

CONVENTO DE SÃO FRANCISCO

A construção do Convento de São Francisco iniciou-se em 1591. A sua localização, num outeiro fora das fortificações da cidade, levou a que se tornasse alvo de assédio contínuo em todos os períodos de guerra. Foi, por isso, reconstruído nos séculos XVII, XVIII e XIX. Na parte conventual funciona o Arquivo Histórico Municipal. Destacam-se a igreja e os claustros.

CONVENTO DE SÃO PAULO

O Convento de São Paulo foi construído entre 1679 e 1721. A sua igreja, dedicada a Nossa Senhora dos Remédios, é tipicamente barroca e entrou em ruína no final do séc. XIX. A extinção dos conventos religiosos em 1834, levou a que o edifício albergasse a partir daí um quartel militar.

IGREJA DE SANTO AMARO

A igreja de Santo Amaro situa-se fora do perímetro urbano da cidade de Elvas, no terreiro da Batalha das Linhas de Elvas. O templo foi construído no séc. XVII e serviu de hospital militar durante esta batalha travada em 1659.

IGREJA DE SÃO JOÃO DE DEUS

A igreja de São João de Deus é a igreja do Hospital Militar de Elvas. Foi construída no séc. XVII conjuntamente com o hospital e é um templo de uma só nave onde se destacam a capela-mor e o silhar de azulejos seiscentistas.

IGREJA DE SÃO MARTINHO

A igreja de São Martinho foi construída em 1515. A sua capela-mor é em talha dourada e da invocação de Nossa Senhora da Guia.

IGREJA DO SALVADOR

A igreja do Salvador é a igreja do antigo colégio jesuíta da cidade de Elvas. É datada de 1692 e possui uma arquitectura tipicamente jesuíta, seguindo a traça do Padre Bartolomeu Duarte. Na sua capela-mor, altares colaterais e quatro capelas no corpo da igreja destaca-se a bela talha dourada. Sobre o arco triunfal surge uma pintura a representar uma árvore da vida com os principais santos da Companhia de Jesus.

PASSOS DA VIA SACRA

A procissão do Senhor Jesus dos Passos realiza-se em Elvas pelo menos desde 1613. Para a concretização dessa procissão, no séc. XVIII, foram construídos diversos Passos da Via Sacra ao longo da cidade. São belas peças da arte barroca, com fachadas em mármore e interiores totalmente revestidos a azulejos representando cenas da vida de Jesus Cristo. Ao centro observa-se uma tela setecentista luxuosamente emoldurada em mármore.

SÉ DE ELVAS - NOSSA SENHORA DA ASSUNÇÃO

As grandes construções da Sé de Elvas foram feitas entre 1517 e 1537 segundo o traço do arquitecto régio Francisco de Arruda que ao mesmo tempo trabalhava no Aqueduto da Amoreira. Possui um carácter fortificado e uma torre como fachada com um portal neoclássico do séc. XVIII e duas portas laterais manuelinas. No interior, em redor de todo o corpo da igreja corre um silhar de azulejo policromo mandado ali colocar no início do séc. XVII pelo Bispo de Elvas D. António de Matos de Noronha. A capela-mor, mandada construir em 1734, é da autoria de José Francisco de Abreu em mármore de várias cores e em estilo barroco com uma pintura a representar “Nossa Senhora da Assunção” do pintor Lorenzo Gramiccia. As capelas laterais são também elas do séc. XVIII, duas em talha dourada e as restantes em mármore. A encimar a entrada surge um extraordinário órgão de talha dourada, obra de Pasquale Oldovino, construído entre 1760 e 1777.

COLÉGIO JESUÍTA

O Colégio Jesuíta de Elvas foi construído entre 1649 e meados do séc. XVIII, segundo a traça do Padre Bartolomeu Duarte. Após a expulsão dos jesuítas, ficou aqui sedeado o Seminário Episcopal. Alberga desde 1880 a Biblioteca Municipal de Elvas. É de grande destaque o alpendre, obra de 1716.

IGREJA DA MISERICÓRDIA

Embora a Santa Casa da Misericórdia de Elvas seja fundada entre 1501 e 1502, a igreja da Misericórdia é construída apenas por volta de 1566, tendo sido muito modificada por obras dos séculos XVIII e XIX.

IGREJA DAS DOMÍNICAS

A Igreja das Domínicas foi construída entre 1543 e 1557 pelo arquitecto Diogo de Torralva, no local onde existia a antiga Igreja de Santa Maria Madalena, da Ordem Templária. Talvez por esse motivo, ostente uma planta centralizada e octogonal. A igreja fazia parte de um complexo conventual que foi demolido no início do séc. XX por se encontrar em ruína. Destacam-se, no exterior, o portal renascentista, e no interior o total revestimento a azulejos do séc. XVII, a capela-mor quinhentista e as capelas laterais em talha dourada do séc.XVII. A igreja possui ainda um miradouro do qual se observa uma excelente vista de parte do centro histórico de Elvas.

IGREJA DE NOSSA SENHORA DAS DORES

A igreja de Nossa Senhora das Dores foi construída entre 1780 e 1796. No seu interior são de especial relevo a capela-mor, os quatro altares laterais e os mais variados trabalhos a estuque que se podem encontrar ao longo do templo, obras artísticas de Luís José Franco.

IGREJA DE SANTA MARIA DA ALCÁÇOVA

A principal mesquita de Elvas foi transformada em 1230 na Igreja de Santa Maria da Alcáçova. Inicialmente de padroado real, foi doada à Ordem de Avis por D. Dinis em 1303. A sua adaptação de mesquita a igreja cristã foi feita ao longo dos tempos, o que faz que hoje do templo islâmico só possamos observar os vestígios de um mirhab no exterior e a grande cisterna. A capela-mor é funda e do séc. XVIII. Destaca-se também a talha dourada de uma capela colateral do séc. XVII e de uma capela lateral do séc. XVIII.

IGREJA DE SÃO JOÃO DA CORUJEIRA

A igreja de São João da Corujeira foi fundada por cavaleiros da Ordem do Hospital depois da tomada da cidade aos mouros em 1230. Um terramoto em 1840 fez ruir parte do templo, sendo depois reconstruído apenas com o espaço da igreja que não foi afectado. Foi cabeça de comenda da Ordem de Malta, simbologia que se observa na fachada.

IGREJA DE SÃO LOURENÇO

A igreja de São Lourenço foi construída por volta de 1330, tendo sofrido grande obras no séc. XVI que lhe deram o aspecto actual. No exterior destaca-se um painel de azulejos do séc. XIX com a representação de São Lourenço. No interior observa-se um altar-mor de talha dourada do séc. XVII com um belo retábulo com “São Lourenço implorando pelas almas”.

IGREJA DE SÃO PEDRO

A igreja de São Pedro foi edificada em 1230 após a tomada de Elvas aos mouros. A sua construção aproveita uma torre da segunda muralha islâmica como torre sineira. O templo foi reconstruído no séc. XV, datando desta época o portal gótico e as arcadas interiores. No interior podem ver-se capelas laterais dos séculos XVII e XVIII de estilo barroco e rococó e uma capela-mor com uma cúpula quinhentista decorada com interessantes e raras figuras clássicas.

IGREJA DOS TERCEIROS

A igreja dos Terceiros, ou da Ordem Terceira de São Francisco, teve a sua construção entre 1701 e 1762. É um extraordinário exemplo do barroco pleno de decorações luxuosas, tanto na rica talha dourada como nos painéis de azulejos que mostram ciclos da vida de São Francisco de Assis.

SANTUÁRIO DO SENHOR JESUS DA PIEDADE

A igreja e santuário do Senhor Jesus da Piedade de Elvas são o resultado de um dos maiores cultos religiosos do sul do país. A actual igreja, de estilo barroco, foi construída entre 1753 e 1779. No seu interior destacam-se a capela-mor e as capelas laterais onde estão telas pintadas por Cyrillo Volkmar Machado representando “Nossa Senhora da Graça” e o “Arrependimento de São Pedro”. Na sacristia, é um visitável um núcleo museológico onde está patente uma fabulosa colecção de milhares de ex-votos desde 1737 até à actualidade, dedicados ao Senhor Jesus da Piedade.

contacte-nos

Solicite-nos informação e serviços, sugira-nos ideias. Nós agradecemos e, aguardando a sua visita, responderemos assim que possível. Obrigado.

Not readable? Change text. captcha txt